Depoimentos sobre Mirtazapina

Esta página mostra informação específica e detalhada de uma experiência sobre um medicamento.

Mirtazapina

15/04/2021 | | 32moderado por Miguel
Mirtazapina (30MG) para Depressão

Tomei de 15mg por 1 mês para tentar substituir a quetiapina e zolpidem que segundo o psiquiatra não é bom para tratamentos longos de insônia. E de quebra também tratar minha depressão e sem afetar a libido (exigência minha). Minha experiência foi regular. Me fazia dormir bem, mas como todos disseram, é muito difícil sair da cama, e também causa uma sonolência e fadiga forte ao longo do dia, que nem o Venvanse que também estou tomando e que é uma baita de anfetamina estava equilibrando isto. A sensação de fadiga da uma preguiça de fazer tudo. Diminuí encontros com amigos, saídas e disposição pra resolver coisas da vida. Passei agora para 30mg, que segundo o psiquiatra e os vídeos que achei sobre o mirtazapina, causa menos sonolência. Estou no terceiro dia, e a prática tem sido contrária a teoria, está muito mais difícil sair da cama e a sonolência e fadiga no dia são péssimas, me sinto um zumbi. Espero que seja transitório. Pretendo complementar o relato quando terminar de usar por mais 1 mês. Senti que faz falta nos relatos aqui pois mta gente só escreveu com poucos dias ou semanas de uso. Mas esses remédios só costumam demonstrar seu verdadeiro efeito depois que o corpo acostuma com 1 mês ou 2. Quanto a apetite. Comigo não aconteceu aumento. Talvez por causa do venvanse que tira o apetite. Mas msm em dias que pretendia beber e não toma venvanse, senti meu apetite normal. Estou em forma. Libido, apesar de tecnicamente não ser afetado por este medicamento, senti que as coisas estão estranhas. Libido diminuído, ejaculação estranha, parece algo precoce q escorre antes do orgasmo, e na hra do orgasmo não são nada ou quase nada. Talvez comigo tenha feito algum efeito indireto. Psiquiatra bateu o pé que não é pelo medicamento, mas pra mim está bem nítido q sim. Estou fazendo uma bateria de exames com o endócrino agora. Quanto a depressão. Por causa da sonolência e fadiga, parece q a minha depressão aumentou. Estava em busca justamente de precisava de mais motivação para a vida, sentia mta preguiça de tudo e vivia na cama. O venvanse me ajudou mto, mas o mirtazapina me derrubou de nv. Me arrasto no dia feito um zumbi. Fiquei sem forças e motivação para ver amigos, fazer coisas, etc. Só me arrasto o corpo pra resolver oq é obrigatório. Também espero q esta dose de 30mg possa apresentar uma melhora, pois tecnicamente a maior dose mexe mais em nroadrenalina (de disposição) do que serotonina (q faz o efeito de sono). Esses primeiros duas podem ser só o corpo adaptando e reagindo o contrário, vamos ver.

1 reações

Reações a este depoimento

09/06/2021 | moderado por Camila
Olá. Sou a mesma pessoa do relato acima. Vim, como prometido, relatar como foram os meses seguintes. Quanto a ter dobrado a sonolência ao trocar de 15mg para 30mg, depois de apenas uns 3 dias, de uma noite para a outra, esta sonolência sumiu. Pareceu a dose ideal, comecei a conseguir dormir bem, era ruim acordar mas estava sim me sentido bem dormido após 8h de sono. Também não senti mais a ressaca e sonolência no dia. Fiquei dormindo muito bem por um tempo. Passei por umas oscilações de depressão fortíssimas. Como já estava em uma fase muito ruim, teve dias que eu estava muito pior, parecia q eu tinha morrido por dentro, e eu estava de luto já da minha própria vida internamente. Foi bem ruim. Porém as vezes acontecia o avesso e me sentia muito bem e sereno. Com o passar das semanas foi se estabilizando. Resultado agora após mais ou menos 3 meses. A minha insônia voltou um pouco, preciso entrar no tranco com uma pequena dose de zolpidem. Quanto a depressão, eu ainda não me sinto uma pessoa feliz e positiva, e meio q a gente fica desconectado das pessoas, meio numa nulidade de emoções. Por outro lado, percebi que aquela sensação amarga e horrível de tristeza no coração que sentia toda manhã ao acordar, sumiu, então entendi que poderia estar me fazendo bem. Me sinto razoavelmente bem, pensando que é uma espécie de anestesia das emoções enquanto o coração se regenera para depois eu poder abandonar o remédio. Do mesmo jeito que ele não te deixa sentir aquele amargo profundo no peito, ele também não te deixa sentir muito entusiasmo e alegria demasiados, você fica sempre meio morno. Minha libido ainda está ruim, apesar de tecnicamente Mirtazapina não afetar essas parte, talvez pelo fato de me sentir mais desconectado das pessoas e muito recluso, seja uma interferência indireta, não sei. Estou vivendo, sem muitas queixas, a gente se acostuma com esse morno e começa a viver normalmente. Só me sinto mais recluso mesmo.

O conteúdo desta página é gerado por usuários do site e é revisado e analisado antes de ser aprovado, garantindo assim, estar de acordo com as nossas regras sobre experiências ou reações sobre um medicamento. Não exigimos nenhum conhecimento médico provado dos nossos visitantes para que estes possam apresentar as suas experiências. Desta forma, as opiniões e experiências descritas denotam a visão do escritor e não a do responsável pelo site. Lembrem-se de que estas experiências diferem de pessoa para pessoa, portanto o seu médico ou farmacêutico devem sempre ser contactados para aconselhamento sobre medicação.

Adicione a sua reação a esta experiência



IMPORTANTE: este endereço eletrônico pertence a pessoa que está fornecendo esta reação e será mantido privado. Será apenas usado por nós para contato sobre a sua reação ou se indicar a opção abaixo.

Copyright © 2008-2021 Insight Pharma Services BV.
Todos os direitos reservados.
Icons made by Prosymbols from www.flaticon.com and licensed as CC 3.0 BY.