Influência genética nos medicamentos

Costuma sentir muitos dos efeitos secundários descritos no folheto informativo? Ou, pelo contrário, determinados medicamentos fazem menos efeito do que o esperado? Isso pode ser devido aos seus genes, afinal de contas somos todos únicos.

O teste farmacogenético meamedica.com

O teste de medicina pessoal da meamedica.com, um teste de resposta a medicamentos (também conhecido como teste farmacogenético), determina como o seu corpo decompõe os medicamentos com base no seu ADN. Com estes resultados, o seu prestador de cuidados de saúde pode tomar decisões mais bem informadas sobre qual o medicamento mais adequado para si e com que dosagem e posologia.

De momento, o video apenas se encontra disponível em língua Inglesa.
 
corpo humano
Medicina Pessoal

Alta precisão
O seu médico ou farmacêutico pode usá-lo para ajustar a dosagem da medicação.


Passaporte médico detalhado
Determina a actividade de 28 genes que desempenham um papel no processamento dos medicamentos.


Relatório claro por gene
Com indicação da sua sensibilidade por medicamento.
disponível em 2021!

O seu ADN influencia o resultado

O seu ADN determina como você responde ao medicamento. Os seus genes têm uma enorme influência na forma como um remédio é absorvido, dividido no corpo e novamente decomposto. Eles podem, portanto, ser responsáveis pelas diferenças na resposta a um medicamento. Os seus genes determinam se o seu corpo decompõe um medicamento muito lentamente, normalmente ou muito rapidamente, o que pode resultar em efeitos secundários desagradáveis ou eventualmente nenhum efeito.

Um teste farmacogenético mostra a atividade das diferentes enzimas envolvidas e fornece informação sobre o tipo de medicamento que combina consigo e a dose correspondente.


Efeito dos genes na medicação de certas doenças

Depressão e ansiedade

Mais de um milhão de pessoas usam um antidepressivo, embora ele não produza os resultados desejados em cerca de 30 a 50% dos casos. A procura pelo agente certo na dosagem certa pode levar meses. Durante esse tempo, os efeitos secundários são frequentemente violentos, o que afeta seriamente a confiança em si próprio/a, no médico e no tratamento.

Reconhece esta situação? Tem problemas para encontrar o remédio certo para a depressão ou para o transtorno de ansiedade? Faça um teste de ADN. O seu ADN regula a forma como seu corpo lida com os medicamentos. Este teste de ADN mostra a atividade por gene e quais os medicamentos que são processados por esse gene. Desta forma, pode ver imediatamente qual deles será o mais adequado para o seu caso.

Psicose

Os medicamentos são, geralmente, uma parte importante do tratamento da psicose. Esses medicamentos são chamados de 'antipsicóticos' e afetam o funcionamento das células nervosas do cérebro. Os antipsicóticos ajudam-no a sair da psicose. Os antipsicóticos não têm efeito curativo... eles não eliminam a causa da psicose nem resolvem eventuais problemas subjacentes. O medicamento garante que a ansiedade e a agitação sejam abafadas. Isso pode ajudá-lo/a a recuperar o controlo da sua vida. Os antipsicóticos costumam ter muitos efeitos secundários e pode levar muito tempo até que fique claro se eles também ajudam contra os sintomas psicóticos.

Tem dificuldades em encontrar o medicamento adequado? Faça um teste de ADN. O seu ADN regula a forma como seu corpo lida com os medicamentos. Este teste de ADN mostra a atividade por gene e quais os medicamentos que são processados por esse gene. Desta forma, pode ver imediatamente qual deles será o mais adequado para o seu caso.

Hipertensão

A hipertensão arterial é a principal causa de doenças cardiovasculares, insuficiência cardíaca, derrames, problemas renais e danos cerebrais. Além de fatores como a dieta e o tabagismo, a pressão arterial é amplamente (30% a 60%) determinada pela predisposição hereditária. O seu médico ou clínico geral determina em conjunto consigo quais os seus medicamentos para a hipertensão mas existem diferentes tipos de medicamentos para reduzir a pressão arterial.

Frequentemente, irá receber mais de um tipo de prescrição. Isto geralmente funciona melhor e reduz as hipóteses de efeitos secundários. Infelizmente, apenas um pequeno número de pacientes com hipertensão controla a pressão arterial com terapia medicamentosa apropriada. A pesquisa sobre as diferenças no ADN pode então ser usada como uma ferramenta para melhorar o tratamento da pressão arterial.

Colesterol alto

As estatinas são indicadas para a prevenção de doenças cardiovasculares e estão entre as classes de medicamentos mais comumente prescritas. No entanto, nem todos os pacientes respondem favoravelmente às estatinas e alguns não alcançam os seus objetivos de redução do colesterol. Além disso, um número significativo de pacientes apresenta efeitos adversos. Inflamação muscular, fraqueza muscular e anormalidades hepáticas são os efeitos secundários relatados com mais frequência, muitas vezes levando à falta de adesão ou à suspensão das estatinas.

Um teste farmacogenético, como o teste de medicina pessoal da meamedica.com, pode fornecer uma oportunidade para o paciente pesar os benefícios potenciais contra os riscos potenciais de uma estatina juntamente com seu médico. A escolha de uma estatina e sua dosagem podem assim ser ajustadas ao seu ADN.





Copyright © 2008-2021 Insight Pharma Services BV.
Todos os direitos reservados.
Icons made by Prosymbols from www.flaticon.com and licensed as CC 3.0 BY.